sexta-feira, 30 de julho de 2010

Uma história de amizade verdadeira

1º Samuel 18:1-30
1º Samuel 19:1-7

Você já parou para pensar em quantos amigos tem? Amigos de verdade, não aquelas amizades feitas em porta de - buteco - escola ou àquelas que você mal sabe o primeiro nome da pessoa. Você já se viu naquela situação em que existe um monte de gente ao seu redor e mesmo assim se sente só? Cara… como as amizades são superficiais hoje, baseadas em interesses e conveniências, depois do vicio da tecnologia então… Não, eu não sou louco de culpar a tecnologia, ela foi só a oportunidade de praticar o esfriamento relacional. Sou professor de adolescentes na escola dominical da Igreja Presbiteriana do Brasil e percebo que a garotada é ligada na tomada, se acabar a energia (isso não é difícil de acontecer na cidade em que eu moro), a maioria ficaria sem saber o que fazer. O que aconteceu com os relacionamentos, as brincadeiras na rua, a amizade sem maldade, o companheirismo? Cada um no seu canto com seu mundinho…

:: DAVI E JÔNATAS

Brother… existiu um cara chamado Davi (aquele que derrotou o gigante Golias), e logo depois de sua maior luta, aquela que o deixou famoso, ele foi falar com Saul, o manda chuva da parada na época, Saul tinha uma filho chamado Jônatas, este após conhecer Davi, ficou muito ligado a Davi, se tornaram grandes amigos, mas não foi qualquer amizade, não era superficial e nem baseado em interesses com as de hoje, eles se tornaram como irmãos, sabe… brothers mesmo, pro que der e vier. Em I Samuel 18 diz que Jônatas amou a Davi como sua própria alma. Ah sim… já sei, você que não é crente (ou é e não estuda a bíblia) e está lendo isso, vai dizer – “hummm, sei não heim, que história é essa de um homem amar outro homem? Não sabia que na bíblia já tinha isso…” – O pior é que muita gente defende o homossexualismo por esse texto, e ainda sai dizendo por aí que é bíblico, mas não vou entrar nessa história, pelo menos não agora, isso são páginas para o próximo nº do mangá. O grande mal entendido aqui é o significado do verbo “amar” que na nossa língua só existe uma definição para uma palavra, já na língua original em que foi escrito este ponto da bíblia existiam várias palavras para definir amor, e cada uma com um significado único, segue abaixo uma boa definição desse caso:

“O “amor” de Jônatas por Davi foi descrito pela palavra hebraica aheb, um termo geral usado não somente para amor por um companheiro (Gênesis 24:67), mas também por um filho (Gênesis 22:2), por alimento (Gênesis 27:4), por Deus (Êxodo 20:6), ou por um semelhante (Levítico 19:18). A palavra não contém nuanças homossexuais. Beijar era um gesto comum de saudação naqueles dias (Romanos 16:16), equivalente a um aperto de mão. Um beijo na face ainda é um cumprimento comum em muitas partes do mundo. O amor de Jônatas por Davi “era mais excepcional que o amor de mulheres” por causa de sua natureza altruísta. Jônatas tinha tudo a perder e nada a ganhar sendo amigo de Davi. Isso maravilhava Davi.”

Até aí, já deu para entender o quanto Davi e Jônatas eram amigos de verdade não é? Mas será que eu posso contar com amigos desse nível? Outra pergunta… Será que eu sou ou posso ser um amigo assim?

Continuando a história…

Imaginem vocês que Saul, ao ver o desenvolvimento de Davi, ao ver que Davi crescia como servo de Deus e como guerreiro também, ao ponto da população levantar a voz, elevando o nome de Davi mais alto que o nome de Saul que era rei, este ficou extremamente irritado (talvez por ciúme ou inveja) com isso, chegou a tentar matar a Davi com uma lança, porém não conseguiu. Da primeira vez não deu certo, mas Saul não desistiu e continuava pensando em matar Davi, com medo que Davi tomasse seu reino. Jônatas, vendo a cagada o erro que seu pai estava prestes a cometer, correu até Davi e lhe informou o que estava acontecendo. Isso que é amigo… nas horas difíceis ele está lá ao seu lado, correndo o risco junto, você faria isso por um amigo (mais chegado que irmão)? Cara… Jônatas, depois avisar Davi, ainda foi até seu pai para falar bem de Davi, tentar mostrar o quanto seu pai estava errado, protege e defende Davi mesmo sabendo das consequências.

A verdadeira amizade é altruísta, isto é, o verdadeiro amigo não é egoísta, não pensa só em si mesmo e no que vai ganhar tendo o outro como amigo. A amizade verdadeira é para todas as horas, sejam elas boas ou ruins. É fácil dizer que as pessoas não são assim com você, portanto minhas perguntas são:

- Você tem sido um amigo(a) altruísta?

- Tem se preocupado com seus amigos?

- Tem dado de si mesmo a eles?

- Você é amigo(a) para todas as horas?

Pense nisso…

Seja um amigo melhor (mais chegado do que irmãos)

Seja um discípulo melhor…
(Texto de Danilo de Souza Cardoso, extraído do site cabecajovem.com)
Related Posts with Thumbnails

5 comentários:

Danilo [@cabecajovem] disse...

Caraca... que legal ver meu texto por aqui!

Precisamos entender duas coisas simples:

1 - Ame a Deus acima de tudo
2 - Ame ao seu proximo como a ti mesmo

O dia que agente cumprir esses dois mandamentos, seremos amigos melhores, maridos melhores, esposas melhores, pessoas melhores

Johnny Freitas disse...

pois é, Danilo...
o texto é muito bom e a gente concordou que iria ser bênção para os leitores aqui do VaCiLô LeVa Na TeStA...

assino embaixo seu comentário...
Deus abençoe, abraço

Mel Silveira disse...

Ahh concordo com vcs!
Ótimo texto1 Muito bom mesmo!
E realmente devemos sempre analizar, pra termos certeza q estamos sendo bons amigos, boas pessoas enfim..realmente amar o próximo como a nós mesmos.

Anônimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ viagra generique
http://commanderviagragenerique.net/ vente viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ comprar viagra
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ viagra

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis sans ordonnance
http://commandercialisfer.lo.gs/ acheter cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis comprare
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis